Mobilização de centrais contra a Reforma da Previdência

Muitas centrais sindicais estão se organizando desde a posse do presidente Jair Bolsonaro contra a reforma da previdência. O objetivo é alertar a sociedade brasileira sobre o fim da aposentadoria para os mais pobres.

A CSB divulgou um calendário com ações contra as propostas da PEC 06/2019.

Confira a agenda

02/04 – Lançamento de um abaixo-assinado nacional contra a Reforma da Previdência. Ocorrerá na Praça Ramos, às 10 horas, com o lançamento da Calculadora da Aposentadoria do Dieese, que será usada para mobilizar e esclarecer a população sobre a proposta de reforma do governo Bolsonaro.

09/04 – Ação unificada das centrais sindicais no aeroporto de Brasília para pressionar deputados e senadores que desembarcarem no local para que não aprovem a PEC da Reforma da Previdência. Também vamos pressionar de forma permanente os parlamentares, no Congresso e em suas bases.

26/04 – Apoio e participação das centrais sindicais à greve nacional dos trabalhadores da Educação, que tem o indicativo de ocorrer no dia 26/4. É possível unificar a defesa da Educação Pública e a luta contra a Reforma da Previdência. Reunião da CNTE (Confederação Nacional dos Trabalhadores da Educação) vai debater e confirmar a data da paralisação da categoria em todo o País.

1° de Maio – Dia Internacional de Luta dos Trabalhadores – É a próxima data nacional de luta unificada apontada pelas centrais. As manifestações deverão ser organizadas em todos os estados e regiões e ter como centro a luta contra a Reforma da Previdência e contra o desemprego.

Todos juntos podemos lutar contra a arbitrariedade do governo contra o trabalhador brasileiro.

http://csb.org.br/noticias/centrais-divulgam-calendario-abril-reforma-previdencia

Praça Padre Manoel da Nóbrega, 21 - 1º andar - Centro - São Paulo - Brasil