Rapidez e bom senso no caso envolvendo Exímia RH

Ao tomar conhecimento de que vários contratos firmados entre a empresa Exímia Recursos Humanos e seus tomadores de serviços estavam sendo rescindidos e, em consequência, um número considerável de demissões poderia acontecer, o Sindeepres entrou em ação. A fim de preservar os direitos de seus representados, o departamento Jurídico passou a atuar em duas frentes:

- Para os contratos em que as tomadoras de serviços aceitaram dialogar com o Sindicato e com a prestadora, as empresas contratantes comprometeram-se a efetuar o pagamento das verbas rescisórias e multa de 40% do FGTS aos trabalhadores que lhe prestavam serviços. Os valores foram pagos e os contratos homologados pelo Sindeepres.

- Para os contratos comerciais em que não restaram faturas para quitação por parte das tomadoras de serviços, bem como para os trabalhadores internos da Exímia, o Sindeepres, com a finalidade de garantir o pagamento dos débitos trabalhistas e evitar o desgaste de um processo judicial, requereu uma audiência de mediação ao Ministério Público do Trabalho (MPT), ocorrida em 31 de outubro.
Praça Padre Manoel da Nóbrega, 21 - 1º andar - Centro - São Paulo - Brasil