400 trabalhadores recebem retroativo da Manchester

O departamento Jurídico do Sindeepres intermediou uma importante negociação que beneficiou cerca de 400 trabalhadores da empresa Manchester que prestam serviços no ministério do Trabalho e Emprego. A partir do dia 15 de janeiro, eles receberão as diferenças salariais devidas e terão recomposição salarial – passando de aproximadamente R$ 820 para R$ 950 em janeiro.

Em janeiro de 2004, a empresa Manchester, após ganhar licitação, substituiu a empresa POI Serviços Gerais. Com a substituição das empresas, os empregados tiveram os salários reduzidos.

Para garantir as condições ajustadas anteriormente e fazer cumprir a Convenção Coletiva de Trabalho, o Sindeepres ajuizou Ação de Cumprimento contra a empresa Manchester junto à Justiça do Trabalho.

Na ação, requereu ao juiz a manutenção dos salários e vantagens obtidas pelos empregados da empresa anterior, independente ou não do aproveitamento dos trabalhadores.

Acordo
A Manchester foi condenada a efetuar o pagamento das diferenças salariais, bem como a atualizar os salários retroativamente a janeiro 2004. Diante da condenação, a empresa apresentou proposta para pagamento das diferenças devidas. Em assembléia, realizada em 11 de dezembro 2008, os trabalhadores concordaram com a proposta oferecida e o acordo foi assinado.

“O acordo não poderia ter sido melhor. Vou pegar esse dinheiro e investir em alguma capitalização”, programa a assistente administrativa Jidália dos Santos, beneficiada com a ação. Para a advogada Clara Ferreira, coordenadora jurídica do Sindeepres, “esta é mais uma conquista do Sindicato para resguardar os direitos dos seus representados”.

Praça Padre Manoel da Nóbrega, 21 - 1º andar - Centro - São Paulo - Brasil