A importância da estrutura Sindical na vida do trabalhador

SedeRecentemente, o Papa Francisco declarou “não há uma boa sociedade sem um bom sindicato”. Ou seja, não importa qual categoria você trabalha, mas é impossível pensar nas relações trabalhistas e mesmo, em conquistas, sem a presença dos sindicatos.

Quando a nossa Constituição de 1988 reconheceu os Sindicatos como representantes dos trabalhadores e consolidou-as como fundamentais na defesa laboral. É importante lembrar que os direitos previstos na CLT são ampliados através da intervenção do Sindicato e também por meio da negociação coletiva com as empresas.

“Se constituem no único local onde o trabalhador tira dúvidas sobre registro em carteira, salários, insalubridade, periculosidade, Fundo de Garantia, Previdência Social, e recebe assistência jurídica gratuita”, lembra o ex-Ministro do Trabalho, Almir Pazzianotto Pinto.

“O enfraquecimento dos Sindicatos é caminho para a exploração insana das empresas sobre o Trabalhador!”, afirma o Presidente do SINDEEPRES, Genival Beserra Leite. “Isso ameaça todos os direitos conquistados”, completa.

Quando se fala em direito do Trabalhador, são os Sindicatos que lutaram por vale-refeição, vale-transporte, cesta básica, PLR - Participação nos Lucros ou Resultados das empresas, salários com reajuste acima da inflação, além de que o profissional tivesse mais segurança e condições dignas de trabalho.

O movimento sindical é protagonista na vida do trabalhador brasileiro e isso é comprovado também pela quantidade de serviços que é oferecido pelas entidades Sindicais.

“Além da homologação e jurídico gratuitos, no SINDEEPRES oferecemos Subsedes nos principais locais do estado, Colônias próprias, atividades esportivas, Odontomóveis que se deslocam até o trabalho”, enumera Genival.

Praça Padre Manoel da Nóbrega, 21 - 1º andar - Centro - São Paulo - Brasil