Outubro rosa: prevenir ainda é o melhor remédio!

imagemnovaAs pessoas com mais risco de ter câncer de mama são: mulheres com mais de 60 anos, as que já tiveram câncer de mama anteriormente, ter entrado na menopausa depois dos 55 anos e as que possuem casos diagnosticados na família (como mãe ou irmã).

Porém o risco não se restringe às mulheres. O câncer de mama também pode afetar os homens, principalmente aqueles que estão entre os 50 e 65 anos. Os sintomas e o tratamento são semelhantes ao câncer de mama nas mulheres e há maiores chances de cura, quando é descoberto precocemente.

Nunca é demais alertar: o autoexame e a mamografia são os melhores métodos para descobrir a doença. Portanto, é sempre importante realizar o autoexame e visitar um especialista regularmente para realizar a mamografia.

Sintomas do câncer de mama

Veja abaixo os mais frequentes sintomas de câncer de mama:

- Alterações do tamanho ou forma da mama;

- Vermelhidão, inchaço, calor ou dor na pele da mama;

- Nódulo ou caroço na mama, que está sempre presente e não diminui de tamanho;

Inchaço e nódulos frequentes nas ínguas das axilas;

Assimetria entre as duas mamas, como, por exemplo, uma maior que a outra;

Presença de um sulco na mama, como se fosse um afundamento de uma parte da mama;

Endurecimento da pele da mama, semelhante a casca de laranja;

Coceira frequente na mama ou no mamilo;

Formação de crostas ou feridas na pele junto do mamilo;

Liberação de líquido pelo mamilo, especialmente se for sangue;

Inversão súbita do mamilo;

Veia facilmente observada e crescente.

Fontes: Portal Governo de São Paulo, Tua Saúde e Icesp

Praça Padre Manoel da Nóbrega, 21 - 1º andar - Centro - São Paulo - Brasil